Iniciativas

Fórum Center For Social Innovation

2013

O Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, no âmbito da atividade do Centro de Inovação Social - CIS Porto, organizou o Forum «Centre of Social Innovation - from theory to practice», dia 12 de Junho, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

1ª parte

Inovação social ao empreendedorismo social

Conferência «From Social Innovation to Social Entreperneurship» com moderação do Sr. Prof. Doutor Rui Nunes, Professor Catedrático, Diretor do Departamento de Ciências Sociais e Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e membro do Conselho Diretivo do Centro de Inovação Social.

Conferencista - Chris Sigaloff, diretora da Kennisdland e membro da SIX (Social Innovation Exchange) e Euclides, para contextualizar as nova tendências e práticas «da inovação social ao empreendedorismo social».

Chris Sigaloff começou a conferência por referir a dificuldade em distinguir inovação social de empreendedorismo social. No entanto, salienta que existe um denominador comum, que este conceito deriva de necessidades objetivas, nomeadamente na saúde, população sénior, crianças com abandono escolar ou políticas ambientais. O que para Chris Sigaloff demonstra que existe uma questão de natureza social lato senso, bem identificada.

Por outro lado, referiu que os problemas sociais são por natureza complexos, pelo que necessitam de respostas inovadoras, propondo assim, uma hélice quádrupla, onde os problemas não se resolvem apenas pela indústria, pela universidade ou pelo Estado mas, também pela participação ativa da sociedade. Ou seja, tem de haver uma mudança de paradigma, onde as questões e conceitos de riqueza e bem-estar têm de estar presentes e ser bem entendidos.

De seguida, referiu-se a um conceito particularmente relevante, que é a democratização da inovação, inicialmente através de um conceito tradicional de resposta social dada pelo terceiro setor, que foi evoluindo para um “bem-estar social” mas, que paulatinamente começa a ter problemas de sustentabilidade, pelo que aparece por todo o mundo ocidental uma nova lógica de gestão pública a pensar na geração dos bens de eficiência. A inovação social não resolve todos os problemas da sociedade, surge apenas porque deve surgir e não pela situação em que estamos a viver.

Para melhorar os programas de inovação social, sugere a introdução de uma nova narrativa, ou seja, uma linguagem comum entre inovadores e empreendedores sociais.

Para Chris Sigaloff, um empreendedor social não é um empreendedor normal, no sentido lato do termo, mas tem de possuir uma sensibilidade e conhecimentos sobre as pessoas, por isso, acha que deverá ter conhecimentos em antropologia.

Para finalizar, deixou a ideia do social innovation safari, através da concessão de três grandes desafios:

1º - A inovação social não é um processo linear mas sim um conceito complexo com soluções complexas;

2º - Dado vivermos numa sociedade plural, diversificada, onde o conceito de bem e de bom não são conceitos palpáveis, a inovação social tem de se enquadrar nesta filosofia;

3º - Os projetos de empreendedorismo e inovação social não devem ser considerados como projetos residuais.

2ª parte

Projetos de Inovação Social

Projetos incubados e/ou apoiados pelo Centro de Inovação Social do Porto. A maioria dos projetos apresentados são o culminar da 2ª edição da «2ª Pós-graduação em empreendorismo e inovação social», promovido pelo Centro de Inovação Social, cumprindo os objetivos estratégicos: avaliar e validar projetos de empreendedorismo e potencial de inovação social; Apoiar e facilitar a implementação, em parceria com os agentes económicos e sociais e espaço de incubação, e promover a divulgação junto da comunidade.

Arrebita! Porto

Projeto de empreendedorismo social que visa combater o abandono do centro da nossa cidade – reabilitação a custo zero.

Incluir

Projeto, destinado à população idosa e às crianças residentes no Concelho do Porto, visa criar condições para que participem gratuitamente num programa de avaliação auditiva.

Atividade

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». Visa proporcionar momentos de exploração de valores e de interesses e práticas sociais diversificadas, permitindo ao colaborador pré-reformado a integração destas experiências para a (re)construção do seu projeto de vida pós-reforma

Caovida

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». Combater o excesso de peso em crianças estimulando-as ao exercício sendo o cão, visto como um terapeuta auxiliar, para tratar e prevenir um problema grave de saúde

L3D

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». LED (Linguagem em Desenvolvimento) pretende atuar junto de crianças surdas, filhas de pais ouvintes, na faixa etária dos 0 aos 6 anos.

Chat Analógico

O projeto, reflete a tentativa de inverter a tendência de rutura comunicativa entre as gerações, que vem a desenvolver-se a par da evolução tecnológica e linguística.

Percurso das Memórias

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». Promove percursos turísticos ao Centro Histórico do Porto através do envolvimento da comunidade local. Os percursos são constituídos por atividades dinamizadas pela própria comunidade.

Ruas

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». Transformação de espaços e pessoas de forma a viverem a cidade como casa e gerar cidadãos ativos, explorando a condição dos espaços públicos de intervenção prioritária, negligenciados e residuais, enquanto plataformas de intervenção de revitalização física e espacial.

Vintage for a cause

Projeto iniciado e desenvolvido na 2ª edição da «Pós-graduação em inovação social». Projeto de combate ao isolamento social de mulheres com mais de 50 anos, residentes em centros urbanos, transformando a vida pela transformação de roupa.

Adpatable

Desenvolvimento de vestuário inclusivo: adaptação de peças de vestuário às necessidades especiais, promovendo a inclusão e a igualdade destes indivíduos no domínio social pessoal e de cidadania.

3ª parte

Porto Inova

O Fórum foi também a plataforma de lançamento do «Porto Inova», iniciativa do Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, no âmbito da atividade do Centro de Inovação Social - CIS Porto, no desafio de novas ideias com forte cariz de inovação social.

O projeto inicia com a abertura de um período de candidaturas a concurso, alargadas a novas áreas de intervenção social prioritárias – emprego e desperdício. A metodologia de seleção dos melhores projetos de inovação social e valor acrescentado para a cidade do Porto, serão desenvolvidos num match final – ROLE PLAY - com a participação de especialistas de mentoring e coaching, previsto para Setembro.

Encerramento

O encerramento foi efetuado pela Sra Prof. Doutora Guilhermina Rego, Vereadora do Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, enquanto responsável pela iniciativa e como agente catalisador de sinergias entre os empreendedores sociais, os agentes económicos e os parceiros sociais, no estímulo pelo diálogo e cooperação no sentido de reforçar as redes estratégicas promotoras de desenvolvimento, empreendedorismo e inovação social. Condições que tornam a Cidade do Porto, como um eco-sistema de inovação e empreendedores sociais

Na conclusão, Prof. Doutora Guilhermina Rego, Vereadora do Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, destacou o papel da CMP, na inovação e empreendedorismo social, como aposta central do executivo.

Imagem do Evento Forum Imagem do Evento ForumImagem do Evento Forum