Iniciativas

Porto Inova

2013

A sociedade contemporânea confronta-se com inúmeros desafios, resultantes das transformações recentes na economia. Estes desafios colocam questões de âmbito social, para as quais os modelos e tipos de respostas ditos tradicionais, não conseguem responder de forma efetiva e eficiente.

O Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, da Câmara Municipal do Porto, no âmbito da atividade do Centro de Inovação Social - CIS Porto, aposta na promoção do empreendedorismo e inovação para novas ideias de projetos de inovação social.

Sendo a missão do Centro de Inovação Social sensibilizar a sociedade para a importância da inovação e empreendedorismo social, através da divulgação e promoção de novas ideias e projetos, desenvolveu o Porto Inova: ideias a concurso.

Porto Inova

O PORTO INOVA, mais que um concurso de ideias, foi uma plataforma para desafiar respostas empreendedoras, com forte cariz de inovação social, a problemas sociais atuais diagnosticados como prioritários:

  • Emprego - inovação social, sustentável e com potencial de criação de emprego;
  • População sénior - promoção do envelhecimento ativo e participativo;
  • Cidadãos e famílias, com necessidades específicas de funcionalidade, incapacidade e saúde;
  • Desperdício - combate ao desperdício privado ou público e potencial de gestão do excedente;
  • Sem Abrigo - promoção do acompanhamento geral ou específico;
  • Alunos em risco de abandono escolar.

Como destinatários, as pessoas, a título individual ou coletivo, que pretendam implementar projetos inovadores com relevante impacto social no Município do Porto.

Na metodologia de seleção dos melhores projetos de inovação social e valor acrescentado para a cidade do Porto, foi introduzido um match final - ROLE PLAY - com a participação de especialistas de mentoring e coaching.

O «Porto Inova», foi apresentado e lançado no Fórum «Centre of Social Innovation - from theory to practice», e teve várias fases de desenvolvimento:

Junho

Conceção, preparação e desenvolvimento do projeto

01 julho a 17 de agosto de 2013

Candidaturas

18 a 31 de agosto de 2013

Pré-seleção de 12 projetos finalistas

05 a 10 de setembro de 2013

Role-play:  formação . capacitação . mentoring e coaching

10 de setembro de 2013

Apresentação individual e decisão do júri

11 de setembro de 2013

Apresentação pública dos inovadores

16 de setembro de 2013

Início da incubação e Start-up projetos

O PORTO INOVA superou todas as expectativas e confirmou a Cidade do Porto como um verdadeiro ecossistema de empreendedorismo social.

Fizemos uma grande aposta na divulgação com elevados esforços para chegar ao maior universo possível:

  • Distribuição do Flyer no «Circuito da Boavista», Bibliotecas Municipais, Gabinete do Munícipe, Associação de estudantes do ensino superior, Juntas de Freguesia, entre outros locais de impacto para o setor;
  • Artigo / anúncio na revista «Porto Sempre», número de Julho 2013;
  • Animação do novo site do CIS Porto e página do facebook;
  • Contactos diretos com influenciadores e potenciais empreendedores;
  • Esclarecimento dos elevados contactos desde o lançamento do Porto Inova.

Como resultado ao desafio proposto, consideramos 84 projetos de INOVAÇÃO social elegíveis, que representa uma adesão record no âmbito exclusivo do empreendedorismo SOCIAL, expressando a capacidade de planear e a vontade empreendedora da CIDADE do PORTO.

Caracterização dos 84 projetos concorrentes.

Relativamente ao problema social, 25 % dos projetos visam a «População sénior»; 20% a criação de «Emprego»; 18% a «Funcionalidade, incapacidade e saúde»; 12% o «Abandono escolar»; 4% os «Sem-abrigo»; 4% o «Desperdício» e 17% de ouras áreas.

No que refere à tipologia do autor, 27% dos projetos foram apresentado por Instituições / organizações e 73% por proposta individual.

Na origem do empreendedor, 38% são do Porto; 32% do Grande Porto, 20%, 10% de Lisboa e 20% de outras localidades, que demonstra a dimensão nacional atingida pelo Porto Inova.

Sendo parte da visão do CIS, dinamizar sinergias da sociedade civil, no Porto Inova o objetivo foi largamente superado, nas diversas fases do concurso, envolvendo mais de 25 personalidades e instituições parceiras.

Avaliadores

  • Prof. Doutor Daniel Bessa - COTEC
  • Prof. Doutor Jorge Gonçalves - Universidade do Porto
  • Prof. Doutor José Manuel Mendonça - INESC Porto
  • Dr. Miguel Portela - BIAL GM Corporate
  • Prof. Doutor Nuno Sousa Pereira - EGS-UPBS
  • Dr. Carlos Azevedo - UDIPSS
  • Eng. Miguel Alves Martins – IES
  • Dr. Daniel Coelho (Fundação Porto Social)
  • Dra Cláudia Costa (Fundação Porto Social)

Capacitação

  • Arqto José Paixão - Arrebita
  • Helena Antónia - Vintage for a cause
  • Ana Reis - Percursos de memória
  • Dr. Nuno Arroteia - Gestluz

Mentores

  • Dra Marta Sá (Junior Achievement)
  • Dr. Manuel de Sousa Aroso (FEUP)
  • Dr. Daniel Coelho (Fundação Porto Social)
  • Dra Cláudia Costa (Fundação Porto Social)

Júri

  • Prof. Dr. João Proença - Diretor e Presidente do Conselho Científico da FEP
  • Dr. Ricardo Luz - Partner da Gestluz consultores
  • Dra Rita Domingues – Responsabilidade social da BA Vidros
  • Drª Ana Maria Rosas- Direção de Promoção e Inovação do IAPMEI
  • Dr. Rui Pedroto - Fundação Manuel António da Mota
  • Dr. Fortunato Cardoso Silva – CIS Porto

O projeto vencedor do Porto Inova foi a «Rede do Cuidador», da autoria da Liga Portuguesa de Profilaxia Social;

As Menções honrosas foram as seguintes:

  • «Adaptable», da Associação para a Integração e Valorização das Pessoas com Necessidades Especiais;
  • «In-Forma - Incubadora Social», da Associação das Escolas Jesus Maria José;
  • «Clubes de Apoio à Inclusão», de O Fio de Ariana, Educação e Terapia CRL;
  • «Agência de Turismo Solidário», de Henrique Vasconcelos e outros;
  • «Repositório de materiais», da Associação Portuguesa de Reabilitação Urbana e Proteção do Património:
  • «Sabedoria Vintage», de Andreia Vieira e outros.

O projeto vencedor foi objeto de um prémio em valor e em valorização, como previsto no regulamento criado para o Porto Inova: valor de 5.000,00 euros e incubação no CIS Porto com plano de formação ajustado, apoio no desenvolvimento, capacitação dos empreendedores, implementação e sustentabilidade do projeto.

As seis Menções Honrosas atribuídas, pela quantidade e qualidade das candidaturas - serão objeto de um prémio em valorização. Plano de formação ajustado, apoio no desenvolvimento, capacitação dos empreendedores, implementação e sustentabilidade do projeto.

Desta forma, o CIS Porto desenvolve com estes projetos o seu Modelo de Intervenção, nas fases 1, 2 e 3:

  1. Apresentação e avaliação de projetos;
  2. Acompanhamento de projetos-piloto

Desenvolvimento do projeto-piloto, com duração de 6 a 12 meses;

  1. Avaliação

Aferição dos resultados e impacto dos projetos apoiados pelo CIS.